top of page
  • Foto do escritorArlete Figueiredo de Aguiar Muoio

"Os Perigos da Influência Online: Exemplos Chocantes de Atos Destrutivos Impulsionados pela Internet"


Esta semana, ao acompanhar pelas redes sociais o caso do empresário Marcelo Antônio Ormond, envenenado pela namorada Júlia Andrade Cathermol Pimenta, presa juntamente com a influencer Suyany Breschak, que se apresentava na internet como cigana, fui levada a uma profunda reflexão sobre o que estamos consumindo nas redes sociais nos últimos anos.


A influencer Suyany Breschak tem milhões de seguidores, influenciando uma vasta audiência. Este caso me fez relembrar de outros riscos dessas influências perniciosas e gostaria de trazer essa reflexão para todos os consumidores de redes sociais.

Nunca foi tão importante desenvolver um senso crítico sobre as informações e influências comportamentais que recebemos de figuras como Suyany Breschak, que se revelou uma pessoa de extrema maldade, aconselhando sua cliente, que obviamente também apresenta fortes indícios de psicopatia, a cometer um assassinato.


Assim como no caso do empresário Marcelo Antônio Ormond, várias outras pessoas têm cometido atos destrutivos influenciados por indivíduos e grupos irresponsáveis na internet. Exemplos notáveis incluem:


  1. Blue Whale Challenge: Um jogo online que supostamente leva os participantes a completar uma série de tarefas perigosas, culminando em suicídio. O desafio é atribuído a várias mortes de adolescentes ao redor do mundo.

  2. Slender Man Stabbing: Em 2014, duas adolescentes em Wisconsin, EUA, esfaquearam uma amiga para agradar o fictício personagem de terror Slender Man, que elas conheceram na internet. A vítima sobreviveu, mas o incidente destacou o impacto nocivo de conteúdos perturbadores na rede.

  3. Momo Challenge: Um boato de um desafio viral que supostamente incitava crianças e adolescentes a realizar tarefas perigosas, incluindo automutilação e suicídio. Embora tenha sido amplamente desmascarado, causou pânico e preocupação global sobre a influência negativa da internet.

  4. Desafios de Ingestão de Substâncias: Em várias ocasiões, adolescentes foram hospitalizados ou perderam a vida tentando desafios de ingestão de substâncias perigosas, como o "Tide Pod Challenge", onde jovens ingeriam cápsulas de detergente.

  5. Grupos Pró-Anorexia e Pró-Bulimia: Sites e fóruns que incentivam distúrbios alimentares têm levado jovens a desenvolver e perpetuar anorexia e bulimia, resultando em graves problemas de saúde e até mortes.

Esses casos ilustram a necessidade urgente de desenvolver um senso crítico sobre o que consumimos nas redes sociais. Precisamos promover a conscientização sobre os perigos das influências negativas online e fomentar um ambiente digital mais seguro e responsável envolvendo toda a sociedade destacando a  necessidade urgente de mais iniciativas educativas, que deve ser promovida pelo governo, pelas escolas, pelos meios jornalísticos sérios e, obviamente, pelos pais responsáveis pela educação dessa nova geração que consome todo tipo de informações na internet.


Precisamos nos responsabilizar pelo que postamos, cientes de que estamos influenciando milhões de pessoas, incluindo jovens e crianças que, muitas vezes, consomem conteúdo na internet sem nenhuma supervisão.

6 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page